Publicado em Agenda, cultura, Goiânia

Goiânia Cultural #146

Gyn Cultural # 146 – 12/02/2012
Gyn Cultural é um boletim informativo semanal, destinado à divulgação de eventos culturais em Goiânia. Qualquer solicitação de divulgação pode ser feita até o sábado anterior ao evento, diretamente pelos e-mailsgilson_borges@hotmail.com e gilsonpborges@gmail.com.
Fly brazil.jpg
Funarte Promove Oficina sobre Linguagem Visual
O projeto Rede Goiânia Funarte Artes Visuais convida artistas de Goiânia e região para participar da oficina Linguagem na Roda II, a ser ministrada por Fernando Lindote, de Santana do Livramento (RS), residente em Florianópolis (SC), artista, curador e difusor da cultura em âmbito nacional.
            A oficina será dividida em duas partes, sendo a primeira dias 29 e 30 de março, e dias 2, 3 e 4 de abril, e a segunda parte de 7 a 11 de maio, das 15 às 18h e das 19 às 22h, no Centro Cultural UFG. As inscrições são gratuitas e podem ser feita pelo e-mail redegoiania@hotmail.com. Serão oferecidas 40 vagas por ordem de inscrição. Os interessados deverão enviar nome completo, CPF, RG, e-mail, telefone e currículo. Os artistas terão que levar para a oficina obras de sua autoria ou o registro das mesmas.
            A oficina Linguagem na Roda II pretende promover conversas entre artistas sobre questões da linguagem visual, tendo como referência os trabalhos já desenvolvidos pelos participantes. Serão 60 horas destinadas a um bate-papo e troca de experiências sobre aspectos específicos de cada obra, com o objetivo de se conhecer melhor o trabalho de cada autor, bem como o contexto local que o cerca. Os atendimentos serão individuais e coletivos.
            Para registrar, ampliar e difundir o resultado da oficina, será confeccionado um catálogo onde constará o processo da oficina e o registro das obras dos artistas. Este catálogo terá lançamento em Goiânia, no dia 29 de junho, às 20h, no Centro Cultural UFG.

 

 

L cuco.jpg
Projeto Cinema no Museu Antropológico
Terra deu terra come.jpg  O Projeto Cinema no Museu Antropológico convida para mais uma edição, no dia 17/02 (sexta), às 14h. Com entrada gratuita e direito a declaração de participação, a exibição será seguida de debate com Nei Clara de Lima (UFG). Nesta edição, será exibido o seguinte filme:

Terra Deu Terra Come (Dir. Rodrigo Siqueira, Brasil, 2006, 88 min.) – Pedro é um dos últimos conhecedores dos vissungos, as cantigas em dialeto banguela cantadas durante os rituais fúnebres da região, que eram muito comuns nos Séculos 18 e 19. Garimpeiro de muita sorte, ele já encontrou diamantes de tesouros enterrados pelos antigos escravos, na região de Diamantina. Mas o primeiro diamante que encontrou há 70 anos foi enterrado pelo tio em local desconhecido. Depois disto, vive sempre em uma sinuca: para reencontrar o diamante, só se invocar a alma de seu tio João dos Santos. Durante um funeral, Pedro desfia histórias carregadas de poesia e significados metafísicos.
Endereço: Museu Antropológico da UFG, Auditório Professor Acary de Passos Oliveira, Av. Universitária, n. 1.166, St. Universitário (Praça Universitária).
Mais informações: 3209-6375/6397
2º ECArnaval
Ecarnaval.jpg
O Circo Lahetô e a Fundação Otavinho Arantes convidam para o 2º ECArnaval, pelos direitos humanos da criança e o adolescente. O evento acontece no dia 15/02 (quarta), às 14h, no Circo Lahetô (Parque da Criança, próximo ao Estádio Serra Dourada). Maiores informações: teatroinacabado@hotmail.com.
Programação do Teatro Sesi
14/02 [terça] – Show com o Grupo Descendo a Madeira – 20h

Sinopse: Chorinhos e sambas compõem o repertório do grupo formado pelos músicos José Reis de Geus “Zé do Choro” (clarineta, saxofone e cavaquinho), Leandro Gomes (cavaquinho), Alan Kardec de Oliveira Nóbrega (violão), João Fernandes da Silva Neto (violão de 7 cordas) e Henry Francisco (pandeiro). Para o show no Teatro Sesi, foram selecionadas músicas como Murmurando (Fon-Fon), Machucando (Adalberto de Sousa), Harmonia Selvagem (Dante Santoro), Sorriso de Cristal (Érika Rêgo), Carioquinha e Sentido (Waldir Azevedo), dentre outras.
Entrada franca
Foto: Josemar Callefi
Local: Teatro Sesi, Av. João Leite, nº 1.013, Setor Santa Genoveva (ao lado do Clube Antônio Ferreira Pacheco)
Desc madeira.jpg
Programação do Teatro Carlos Moreira
Era4.jpg 15/02 [quarta] – Espetáculo: Era Só o que Faltava, com texto de Mauri de Castro e direção de Eduardo de Souza – 20h

Grupo: Cia. de Teatro Carlos Moreira
Sinopse: Carlos Moreira, Silvano Nóbrega e Wilson Araújo narram a saga de um pacato cidadão, que cai nas mãos de dois marqueteiros, os quais têm o objetivo de transformá-lo em um político. Com um intenso treinamento, iniciam-se as atividades para repassar as artimanhas do poder para o futuro parlamentar, que, de um homem simples e honesto, é transformado em uma máquina de corrupção.
Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)
Foto: Gilson P. Borges
Local: Teatro Carlos Moreira, Rua 8 (Rua do Lazer), Centro.
Tel.: 3223-3546/8439-5711
Programação do Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro
 Café Cultura
14/02 [terça] – Blues – 21h (Entrada franca)
15/02 [quarta] – MPB – 20h30 (Entrada franca)
17/02 [sexta] – Jazz – 22h (Entrada franca)
Teatro
12/02 [domingo] – Goiânia Canto de Ouro, com show de Unidade MRT e Flor D’Já – 21h
Ingressos: R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia)
Cinema
Até 04/03 – Mostra O Universo Feminino (Sessões: 12h30, 15h e 20h – Ingresso: R$ 1,00)
12/02 [domingo] – Benjamin (Dir. Monique Gardenberg) – Baseado no livro de Chico Buarque de Hollanda,Benjamin conta a história de uma paixão perigosa em dois tempos, separados por um lapso de 30 anos. Ao conhecer a jovem Ariela Masé, de espantosa semelhança com o grande amor de seu passado, o veterano e esquecido modelo publicitário Benjamin Zambraia revive as delícias e horrores da paixão. A “reencarnação” da sua amada Castana Beatriz tem algo mais a lhe oferecer: um acerto de contas com a sua própria consciência.
13/02 [segunda] – O Maior Amor do Mundo (Dir. Carlos Diegues) – Antônio é um famoso e bem-sucedido astrofísico brasileiro, que é professor em uma universidade norte-americana e que recebe a notícia de que é vítima de uma doença fatal, pouco antes de retornar ao Brasil. No Rio de Janeiro, ele descobre a verdadeira identidade de seus pais biológicos e a surpreendente história de amor entre eles, em uma jornada pessoal que o leva de volta ao passado e o transporta da rica Zona Sul carioca à Baixada Fluminense, na periferia miserável da cidade.
14/02 [terça] – Não Por Acaso (Dir. Phillipe Barcinski) – Ênio é um homem de meia-idade que vive na solidão, após de um relacionamento fracassado. Metódico e apegado ao passado, esconde-se atrás do trabalho de engenheiro de trânsito e acredita que controlar as emoções é tão possível quanto administrar o tráfego de uma grande cidade. Pedro, 30 anos, namora Teresa, que está de mudança para a sua casa. Herdou do pai uma marcenaria e o gosto pela sinuca. Vê a vida como uma sucessão de jogadas ensaiadas e efeitos previsíveis, à semelhança do jogo. Quando um acidente de trânsito atravessa as trajetórias paralelas dos dois, o imponderável se impõe e o descontrole começa. Ênio será forçado a abrir a porta de seu mundo de isolamento para a filha adolescente, Bia, com quem nunca teve contato. Pedro se envolverá em um romance com a executiva Lúcia, inquilina do apartamento de Teresa. Nesta jornada de transformação, guiados por duas mulheres, verão que o fluxo do trânsito humano é caótico demais para ser controlado, e que, quando há um parceiro, não é possível prever todas as jogadas.
15/02 [quarta] – Um Crime Delicado (Dir. Beto Brant) – Crítico de teatro consagrado, Antonio conhece, num encontro fortuito, a jovem Inês. Desinibida, atraente e portadora de inúmeros aspectos inesperados, Inês não se encaixa nos esquemas racionais de Antonio e o desestabiliza. Inês mantém um relacionamento ambíguo com o pintor José Torres Campana, um homem mais velho e que exerce sobre ela um fascínio no qual Antonio não consegue interferir. O ciúme completa o cenário para que a imaginação de Antônio se incendeie em novas possibilidades. O crítico, a musa e o pintor tornam-se personagens de um triângulo amoroso impregnado de desejo e risco.
16/02 [quinta] – O Passado (Dir. Hector Babenco) – O passado é a história de Rimini, jovem tradutor que termina um casamento de 12 anos com Sofia, sua primeira namorada. A delicadeza com a qual ambos conduzem a separação acaba quando ele começa a namorar Vera, modelo de 22 anos, que, ao presenciar Sofia beijando-o à força, morre atropelada. Um ano depois, já refeito, Rimini se casa com Carmen, sua parceira de tradução. Uma amnésia misteriosa, decorrente do trauma da morte de Vera, apaga de seu cérebro o conhecimento dos idiomas que ele traduz. Ajudado por Carmen, Rimini tenta se adaptar ao papel incômodo de marido dependente.
17/02 [sexta] – Antônia, O Filme (Dir. Tata Amaral) – Quatro mulheres. Um sonho. Uma só voz. Elas são um grupo de jovens mulheres negras da periferia de São Paulo que, desde a infância, cantam juntas em um grupo de rap. Juntas, elas são Antônia – garotas cheias de força e de raça, que lutam contra todos os obstáculos em busca da realização de seu objetivo de vida. No universo machista do hip hop, elas vão enfrentar o preconceito, a violência e o cotidiano da dura vida de pobreza.
Local: Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro – Rua 3, esquina com  Rua 9, n. 1016, Galeria Ouro, Centro.
Tel.: (62) 3524-2541/ 3524-2542.
Programação do Bolshoi Pub
16/02 [quinta] – Tributo a Jimi Hendrix, com a Banda Lady Raposa – Fridinho (guitarra e vocal), Thiago Ricco (baixo) e Fred Valle (bateria).

17 e 18/02 [sexta e sábado] – U2 Cover, com a Banda U2 One – Rubinho Gabba (vocal, guitarra e violão), Renato Lourenço (guitarra e violão), Homero Rodrigues (baixo) e Alan Diego (bateria).
Endereço: Rua T-53 c/ T-2, n. 1.140, St. Bueno
Contatos: (62) 3285-6185/ 3274-1309 – http://www.bolshoipub.com.br/.
U2.jpg
Novas Doações para a Biblioteca Carmelinda Guimarães/CEPABF
Biblioteca carmelinda guimar es1.jpg
A Biblioteca Carmelinda Guimarães estará, em breve, atendendo em novo endereço. O acervo está sendo reorganizado no Centro de Educação Profissional em Artes Basileu França (CEPABF) e atenderá aos alunos dos cursos técnicos da Instituição, bem como continuará disponível à comunidade em geral. Seu acervo é composto por doações e conta com livros, DVDs, CDs, CD-ROMs, trabalhos acadêmicos e revistas, nas áreas de Teatro, Dança, Circo, Ópera, Fotografia, Música e Artes. As doações podem ser feitas no próprio local, ou com Gilson (gilson_borges@hotmail.com).
O seguinte material foi doado à Biblioteca esta semana:
Livros:

– Brasil: Palco e Paixão: Um Século de Teatro – Leonel Kaz, Bárbara Heliodora, Tania Brandão, Sábato Magaldi e Flávio Marinho.
– Sou Francisco – Chico Anysio.
DVD:
– Depois do Ensaio – Ingmar Bergman.
Revista:
– Bravo!, n. 174, fev. 2012.
Local: Biblioteca Carmelinda Guimarães, Centro de Educação Profissional em Artes Basileu França, Av. Universitária, nº 1.750, St. Universitário.
Contatos: (62) 3201-4045/4046/ bibliotecarmelindaguimaraes@gmail.com
Foto: Gilson P. Borges
Anúncios

Autor:

Sou servidora técnica da UFG, educadora, radialista e empreendedora social. Minha missão é construir meu caminho feliz, simples e ético, e dar minha contribuição por um mundo mais acolhedor e justo a partir da inovação, trabalho e humanidades. "Paretando", 80% de humanas e 20% encantada com os números, essa abstração inquietante. Mais em michelycoutinho.com.br.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s